O que é CMMI e como usar? Aprenda aqui!

ProMoveCertificaçãoO que é CMMI e como usar? Aprenda aqui!
O que é CMMI e como usar?

O que é o CMMI?

CMMI é uma sigla na língua inglesa para Capability Maturity Model Integration, algo que pode ser traduzido como Modelo de Capacidade e Maturidade Integrado. Trata-se de um conjunto de práticas que orienta a implementação de uma série de atividades com o objetivo de alcançar uma meta preestabelecida, aumentando a maturidade organizacional e ajudando a obter os resultados esperados pela área de TI.

O CMMI foi desenvolvido pelo Software Engineering Institute — SEI, um departamento de pesquisa ligado à Universidade Carnegie Mellon, uma reconhecida instituição de ensino dos Estados Unidos, que se destaca pelos grandes estudos na área de informática e programação de um modo geral.

Mas para entender bem o que é CMMI, é importante saber que existem três modelos diferentes do CMMI, de acordo com a versão 1.3, publicada pelo SEI em 2010. Os modelos são os seguintes:

  • CMMI for Development — demonstra as melhores práticas para desenvolver melhores produtos e serviços;
  • CMMI for Acquisition — demonstra as melhores práticas para adquirir melhores produtos e serviços;
  • CMMI for Services — demonstra as melhores práticas para entregar melhores serviços.

Em 2012, a Universidade Carnegie Mellon criou o CMMI Institute para centralizar as operações relacionadas ao CMMI (treinamentos, certificações profissionais, avaliações, etc).

A empresa ISACA, detentora do modelo COBIT para governança em TI, adquiriu o CMMI Institute em 2016. Eles tinham o desafio de aprimorar continuamente o modelo e ajudar a disseminar globalmente o uso do CMMI nas organizações.

Por que o CMMI ajuda os softwares a terem mais qualidade?

O conceito de CMMI vem sendo cada vez mais utilizado pelos profissionais da área de TI, uma vez que proporciona diversos benefícios para o desenvolvimento de sistemas. Destacamos algumas das principais vantagens dessa utilização. Veja!

Garantia do cumprimento de prazos e custos

O uso do CMMI garante que os prazos e custos que foram acordados com os clientes antes do início do desenvolvimento de um software sejam cumpridos.

Isso ocorre porque o CMMI tem um planejamento bem-estruturado, baseado em uma plataforma histórica que possibilita previsões precisas, sem imprevistos no percurso das ações.

Gerenciamento de atividades

Fica mais fácil para os gerentes de TI controlarem os seus liderados, uma vez que todas as atividades seguem um protocolo padrão que deve ser obedecido. O resultado disso é um produto padronizado e com menor incidência de erros, ou seja, satisfação garantida.

Menor dependência da empresa com colaboradores

Na área de TI, é bastante comum que os gerentes se vejam em situações difíceis quando um funcionário deixa a equipe e leva com ele muito conhecimento específico sobre os projetos em andamento. Com o CMMI, isso não acontece, pois são usadas as informações históricas de maneira intensiva, com registros realizados, de modo que o trabalho em andamento pode ser assumido por qualquer profissional.

Melhoria contínua

O CMMI é um processo que se baseia em um ciclo de melhoria contínua. Desse modo, de tempos em tempos, deve ser analisado aquilo que está dando certo e o que precisa ser melhorado na realização de sistemas.

Todos esses fatores refletem no desenvolvimento de sistemas de mais qualidade, maior facilidade de uso e com prazos de entrega e custos bem-definidos para os clientes, os quais certamente ficarão mais satisfeitos com o produto adquirido.

Quais são e como usar o CMMI em seus diferentes níveis?

A organização desenvolvedora da metodologia CMMI, o CMMI Institute, propõe 5 níveis, sendo que cada um deles reflete um grau de maturidade diferente do processo em um determinado momento da produção. Veja mais informações sobre cada um deles!

Nível 1 — Inicial

Trata-se do momento em que os processos são imprevisíveis e com pouco controle das equipes de TI.

Nível 2 — Gerenciado

Nessa hora os processos têm características definidas de acordo com o projeto, e as ações são reativas com bastante frequência.

Nível 3 — Definido

Aqui, os processos devem ser caracterizados de modo que haja mais organização, desenvolvendo também a proatividade.

Nível 4 — Quantitativamente gerenciado

No penúltimo nível, os processos são mensurados e controlados usando técnicas estatísticas e outras técnicas quantitativas, ou seja, com base em números para que possam ser gerados gráficos e outros índices que sirvam como diretrizes para projetos futuros.

Nível 5 — Otimização

Quando a empresa chega no nível 5 do CMMI, os processos já são constantemente otimizados por meio de inovações tecnológicas e outras melhorias, aumentando a competitividade da companhia.

Vale destacar que esses níveis são continuados, ou seja, têm início no 1 e término no 5. Assim, com base nessa metodologia, é possível que médias e grandes empresas da área de TI consigam obter mais sucesso em seus projetos, o que gera a conquista de um mercado interno e externo.

CMMI Development V2.0

Em março de 2018, o CMMI Institute publicou a nova versão CMMI Development V2.0 com mudanças na estrutura do modelo e forma de avaliação. O propósito dessa atualização é direcionar o desempenho do negócio da empresa a partir da construção e benchmarking de capacidades-chave.

Neste Webinar, você confere tudo sobre a nova versão do modelo CMMI e como implementar nas empresas. Mariano Montoni, sócio-diretor da ProMove Soluções e Lead Appraiser do CMMI, comanda a apresentação.

Webinar e Material CMMI Development 2.0

Por que usar CMMI?

Se você ainda não está convencido de que o CMMI é uma ótima ideia a ser adotada por sua empresa, veja aqui os principais benefícios experimentados por quem já utiliza o conceito.

Melhor distribuição de tarefas

Quando uma empresa opta por CMMI, a distribuição de tarefas fica mais clara, e elas são executadas de forma mais produtiva. Com isso, a empresa experimenta economia de custos, equipe integrada e resultados mais satisfatórios.

Essa produtividade acontece porque toda a equipe trabalha entendendo melhor as etapas que devem ser concluídas, sem sobrecarga de funcionários.

Mais controle

O CMMI também possibilita aos líderes que eles tenham mais controle de gestão de projetos. Isso faz com que o tempo gasto seja menor e que tudo esteja exposto de forma mais transparente.

Outra vantagem é que o CMMI possibilita a precisão do tempo de conclusão de tarefas e mais garantia de cumprimento de metas. Não podemos também esquecer de que o orçamento, com o CMMI, é utilizado da melhor forma possível, sem surpresas desagradáveis ou gastos emergenciais.

Aumento da qualidade dos produtos

Empresas que adotaram o CMMI conseguem diagnosticar problemas mais facilmente, o que reflete diretamente nos produtos criados.

Os softwares conseguem atingir mais diretamente as necessidades do cliente, aumentando a satisfação e os resultados gerais de uma empresa. É possível entender, de forma mais fiel, o que seu consumidor precisa e quais são suas principais queixas.

Melhoria na integração das equipes

Com as etapas de produção fluindo melhor, as equipes conseguem uma integração mais harmoniosa e prazerosa na hora de trabalhar.

Etapas claras e prazos possíveis fazem com que o clima da empresa melhore, o que aumenta a produtividade e a qualidade do resultado final do seu produto.

Uma equipe motivada e comprometida pode mudar o rumo de uma empresa, além de evitar demissões e alta rotatividade de pessoal.

Destaque perante a concorrência

Com tudo dando certo, fica difícil a concorrência não se sentir incomodada, não é mesmo? Você verá clientes migrando para sua empresa e poderá ter maior relevância no mercado, o que aumenta os lucros e possibilita a criação de novos produtos.

Além disso, você ajuda a capacitar seus funcionários, que entenderão melhor a gestão de projetos em nível global, fazendo com que sua empresa seja vista como um ninho de talentos.

Isso atrai novos clientes e oferece autonomia aos colaboradores, que passam a ser cada vez mais comprometidos com os resultados da empresa.

Outra vantagem é que vocês se mostram um time antenado a estratégias e métodos modernos, o que ajuda na credibilidade e na confiança do consumidor, que percebe o comprometimento do trabalho.

O CMMI pode ser tudo o que você precisava para sua empresa, já que trabalha na produtividade, na satisfação do cliente, na redução de custos, na economia de tempo e também na excelência dos seus produtos. Demais, não é mesmo?

Agora que você já entende um pouco mais sobre o que é CMMI, para que ele serve e por que é importante para a sua empresa, é bem provável que tenha ficado interessado em contar com essa metodologia na sua empresa e se destacar ainda mais, não é mesmo? Então, basta encontrar uma boa consultoria que o ajude em todo esse processo.

A ProMove é uma empresa de consultoria que investe na capacitação contínua sobre as melhores práticas de desenvolvimento de software. Nosso negócio conta com mais de 20 anos de experiência em desenvolvimento de softwares, e 10 deles implantando CMMI, MPS e ISO.

Quer saber mais sobre as principais certificações de qualidade de software? Baixe este material!CMMI MPS ISO

 

Sobre o Autor

Consultor em Melhoria de Processos na ProMove. Doutor em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010), Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e graduado em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia (2000). Possui experiência em melhoria de processos, gerência de projetos e coordenação de equipes de consultoria. É consultor na implantação de processos aderentes aos modelos de qualidade CMMI e MPS. Atuou na concepção/desenvolvimento de um framework na linguagem .Net. É certificado ITIL v3 Foundation. É instrutor credenciado dos cursos de capacitação do modelo MPS. É implementador credenciado do modelo MPS para Software e MPS para Serviços. É avaliador líder experiente do modelo MPS para Software e Serviços. É avaliador líder do modelo CERTICS.